Quando buscamos conquistar metas em nossas vidas, um planejamento sempre nos ajuda a chegar onde queremos e de forma mais rápida. 

Se busca quitar suas dívidas, gerenciar gastos, economizar e investir, um planejamento financeiro é essencial.

Neste artigo, vamos comentar sobre como se planejar da forma correta, com dicas e insights importantes, para que você alcance seus objetivos.

Conecte suas contas e acompanhe seus investimentos de forma automática e segura.
Baixe gratuitamente!

O que é planejamento financeiro?

Planejamento financeiro é um processo que irá lhe ajudar a lidar melhor com seu dinheiro, apoiar suas necessidades atuais e ajudar a construir um patrimônio para seus objetivos de médio a longo prazo, como por exemplo, sua aposentadoria.

Para chegar onde deseja, é necessário organizar e acompanhar suas rendas e despesas, a fim de otimizar suas finanças e conseguir investir mais periodicamente. 

Para se ter uma ideia, mais de 60% da população brasileira está endividada, o que mostra a urgência de se fazer um planejamento financeiro.

Importância de um planejamento financeiro

Você sabe o quanto gasta por mês em supermercado ou lazer? Sabe realmente quanto sobra por mês para investir? Quando você obtém essa visão de quanto “sai e entra”, cuidando melhor do seu orçamento, vai te permitir otimizar seus recursos para alcançar objetivos, alocando seu patrimônio de forma eficiente.

Quando falamos em planejamento financeiro, é importante que fique claro que ele não é feito ocasionalmente, e sim integrar a sua vida para te auxiliar a tomar as melhores decisões, exigindo disciplina, responsabilidade e dedicação.

Passos para montar um planejamento financeiro

  1. Organize suas contas

Não existe um planejamento sem organização. Organizar suas contas é primordial para quem pretende desenvolver um controle financeiro. Neste momento, entenda seus hábitos financeiros e identifique em quais pontos serão necessários mais atenção.

Faça uma organização do que ganha, gasta e poupa. Esse controle pode ser simples e será suficiente para garantir ótimos resultados, podendo ser feito usando um caderno, excel ou até mesmo aplicativos de celular.

  1. Crie metas alcançáveis

Quais são seus objetivos? Para atingi-los, é preciso ter metas e prazos bem definidos para não se “perder” no caminho. Por exemplo, caso queira investir, não foque primeiramente no seu primeiro R$ 1 milhão, e sim no primeiro R$ 100 mil. Esse tipo de pensamento, pode trazer mais clareza do que deve ser feito. Crie diferentes tipos de objetivos de acordo com o prazo (curto, médio, ou longo). Alguns deles podem ser:

  • Quitar suas dívidas
  • Comprar um imóvel
  • Investir em renda variável
  • Viajar para o exterior
  1. Economize e saiba lidar com seu dinheiro

A economia é a base da prosperidade. Valorize  e respeite o planejamento financeiro, cuidando da melhor forma possível do seu dinheiro. Economize e entenda sobre educação financeira. 

Ao aprender os conceitos da educação financeira, você passa a fazer escolhas conscientes e descobre que seus objetivos são alcançados quando feitos com planejamento.

Considere nesse momento criar uma reserva de emergência. Em linhas gerais a reserva de emergência é uma quantidade de dinheiro reservada para cobrir despesas de curto prazo e imprevistas. Assim, é possível ter mais tranquilidade em situações que aumentem os seus gastos ou reduzam sua renda.

Dicas importantes

Siga essas dicas, que poderão te ajudar durante a jornada:

  • Compre somente o que precisa. Faça uma lista de necessidades e mantenha-se focado para contornar seus  gastos desnecessários.
  • Estude sobre investimentos e finanças. Esse conhecimento é sinônimo de liberdade!
  • Cuidado com juros bancários, cheque especial e limite do cartão de crédito. Eles são os vilões do seu orçamento financeiro pessoal.
  • Pague à vista para conseguir descontos. Isso pode te ajudar.

Passos para um bom planejamento de investimentos:

  • Identificar o seu perfil de investidor e objetivos
  • Avaliar se a carteira atual está adequada ao seu perfil e objetivos
  • Desenvolver estratégias de investimento
  • Implementar o plano – colocar em prática – operacionalizar
  • Controle e acompanhamento da carteira

Como organizar e administrar sua carteira de investimentos?

Agora que você já sabe como se planejar financeiramente, lembro que a diversificação dos recursos em diferentes classes de ativos e instituições financeiras pode dificultar o acompanhamento e controle do patrimônio.

Entrar no site de cada casa para buscar os informes de IR e classificar seus investimentos em uma planilha de excel pode dar trabalho e tomar muito tempo.

Visando solucionar este problema, a Fliper é uma plataforma (aplicativo e web) gratuita que consolida todos os seus investimentos de bancos, corretoras e FGTS, de forma automática, e ainda envia todos os informes de IR das contas conectadas de uma só vez!

Ainda é possível acompanhar gráficos de rentabilidade da carteira, evolução patrimonial, analisar fundamentos dos ativos, receber notificações de proventos, disponibilidade de liquidez, entre diversas outras funcionalidades que ajudam o investidor a tomar melhores decisões.

Quem se conhece, melhor investe!

Telas e funcionalidades do aplicativo de investimento Fliper