Com a evolução do mercado financeiro, é possível  investir nas tendências mais cobiçadas pelos investidores ao redor do mundo, pelo mercado brasileiro e com pouco dinheiro.

Atualmente, há fundos com baixa taxa de administração e alta liquidez que podem te ajudar a investir em determinados temas, diversificando sua carteira com ativos globais.

Conecte suas contas e acompanhe seus investimentos de forma automática e segura.
Baixe gratuitamente!

Neste artigo, vamos comentar sobre alguns fundos temáticos da família Trend, que buscam investimentos em tendências mundiais e que estão disponíveis nas plataformas da XP e Rico.

Cannabis

À medida que a ciência avança cada vez mais nas comprovações sobre os benefícios de alguns produtos medicinais, como Cannabis e seus derivados, além do aumento na expectativa de vida das pessoas, também cresce o interesse por investimentos nesta área.

Dentre as principais aplicações medicinais de Cannabis, são famosos aqueles com aplicações para tratamento de epilepsia, câncer e controle de dores, dentre outros.

Estima-se que o mercado global de Cannabis possa crescer em torno de 20% ao ano nos próximos 5 anos, pelo menos, com  potencial de valorização para as empresas do setor.

O fundo que você pode se expor a esta tendência é o Trend Cannabis FIM.

Com ele, você investirá, de maneira passiva, num  ETF listado nos Estados Unidos chamado ETFMG Alternative Harvest (MJ). Gerido pela empresa ETFMG, trata-se do maior e mais líquido ETF ligado ao setor de Cannabis do mundo. 

O MJ investe globalmente em ações de empresas relacionadas direta ou indiretamente com o processo de cultivo legal, produção, marketing ou distribuição de produtos de Cannabis para fins tanto medicinais quanto não medicinais. 

Adicionalmente, pode investir em empresas farmacêuticas que produzam, comercializem ou distribuam remédios que usem derivados do Canabidiol (canabinóides).

Suas maiores posições são:

Fonte:  etfmg.com

Lembro que é um mercado ainda muito volátil e com incertezas, por isso possui altos riscos. Portanto, caso tenha interesse, é sugerido alocar uma pequena parcela da carteira. 

Água

Se pararmos para pensar, de toda a água do mundo, 97% estão no oceano, 2% em geleiras e menos de 1% da água que podemos consumir está disponível em rios, lagos e aquíferos. 

Nos últimos 30 anos o uso de água cresceu em torno de 0,8% a.a. e estima-se que atualmente 70% da água fresca mundialmente é utilizada pelo setor agropecuário.

Dado os impactos econômicos causados pelo risco climático, como por exemplo risco de escassez de recursos hídricos afetando os setores de energia (reservatórios de usinas hidrelétricas) e saneamento, a água vem sendo chamada por alguns de “ouro azul”.
Se você assistiu o filme The Big Short (A Grande Aposta), deve lembrar do gestor Michael Burry, que previu a crise do mercado imobiliário americano que veio a ocorrer em 2008, e que ele possui outra grande aposta em água. 

Cena do filme The Big Short – Paramount Pictures

Uma forma de se expor à investimento em água potável e uso responsável deste recurso no mundo, pode ser feito pelo fundo Trend Água Tech FIM. 

O fundo possibilita um acesso ainda mais amplo ao replicar o NASDAQ US Water

Index através do ETF Invesco Water Resources (PHO). 

São 36 empresas listadas nos Estados

Unidos voltadas para tecnologia de extração, tratamento e distribuição de água. 

As maiores posições do fundo são:

Fonte: invesco.com

ESG

Um tema que a cada dia se torna mais relevante no mundo de investimentos, o ESG (Environmental, Social and Governance), representa a busca por melhores práticas ambientais, sociais e de governança.

Vale lembrar que o ESG não é um produto ou classe de ativos e sim um critério de análise na decisão por um investimento.

Medidas de conservação ambiental, satisfação do consumidor, diversidade de funcionários, relação com comunidades, proteção de dados, estruturas dos comitês de auditoria e fiscal, entre outros aspectos fazem parte desse olhar ESG.

O fundo Trend ESG Global FIM oferece a oportunidade de aproveitar esta tendência.

O produto segue estratégia indexada e investe em três fundos internacionais listados em bolsa (ETFs), geridos pela BlackRock, que são:

  • iShares ESG MSCI USA, com mais de 300 ações de empresas de grande e média capitalização nos Estados Unidos (entre elas estão Apple, Amazon e Microsoft);
  • iShares ESG MSCI EAFE, com mais de 450 ações de empresas de grande e média capitalização de mercados desenvolvidos, exceto Estados Unidos e Canadá;
  • iShares ESG MSCI EM, com mais de 300 ações de empresas de grande e média capitalização de mercados emergentes.

A distribuição destes três fundos é feita dessa forma:

Fonte: xpi.com.br

Créditos de Carbono

Falando em ESG, desde 1850, após a revolução industrial, acumulamos mais de  1 trilhão de tCO2e (concentração de volume em “partes por milhão” de dióxido de carbono) emitidos na atmosfera.

Há uma correlação entre concentração de CO2 na atmosfera e a temperatura média do planeta e desequilíbrios climáticos extremos que podem gerar grandes mudanças no meio ambiente, potencializando graves impactos socioeconômicos.

Uma das formas de resolver estas questões, é através de créditos de carbono.  Uma terminologia que se refere quando uma empresa faz um projeto que neutraliza suas emissões de GEEs (Gases de Efeito Estufa), como trocar sua frota à combustível fóssil para veículos elétricos, ou o reflorestar de uma região.

Essas reduções (créditos) são validadas por uma auditoria especializada. Um crédito de carbono pode ser precificado em $ /tCO2e conforme sua negociação compra/venda.

O preço de créditos de carbono vem crescendo expressivamente, valorizando cerca de 5 vezes em 3 anos (e mais de 100% em 1 ano). É possível investir neste mercado através do fundo Trend Carbono Zero FIM.

Ele confere exposição ao mercado global destes ativos, replicando o desempenho do ETF KraneShares Global Carbon (KRBN). O ETF segue o índice IHS Markit Global Carbon Index, composto por contratos futuros de crédito de carbono nas bolsas dos Estados Unidos e Europa. 

eSports

Se você gosta de jogar videogames, talvez se interesse pelos investimentos nesta área. O faturamento da indústria de videogames é 1,5x maior do que as indústrias de cinema e

música somadas. 

São 2,7 bilhões de jogadores, em todas as plataformas (celulares, computador, óculos virtuais, etc) movimentando mais de  US$ 160 bilhões anualmente na indústria, que é esperada crescer +10,5% anualmente até 2026.

Os jogos eletrônicos se tornaram uma das poucas formas de entretenimento durante a

pandemia do COVID devido a restrições de circulação e distanciamento social e que após “voltarmos ao normal”, esta tendência pode ficar.

O investimento nesta área pode ser feito pelo fundo  Trend eSports FIM.

Ele replica o desempenho do ETF Global X Video Games & Esports ETF (HERO), composto por empresas que desenvolvem videogames, facilitam a distribuição e transmissão de jogos, produzem hardwares, incluindo realidade aumentada e virtual, entre outras atividades relacionadas. 

As maiores posições deste ETF são:

Fonte: www.globalxetfs.com

Vale ressaltar que os fundos comentados envolvem ativos de renda variável, possuem alta volatilidade e riscos. Antes de investir, verifique se o fundo está adequado ao seu perfil e objetivos. A partir dessa avaliação, você poderá tomar melhores decisões.

Como administrar sua carteira de investimentos?

Agora que você conheceu mais sobre como se expor à tendências mundiais, lembro que a diversificação dos recursos em diferentes classes de ativos e instituições financeiras pode dificultar o acompanhamento e controle do patrimônio.

Entrar no site de cada casa para classificar seus investimentos em uma planilha de excel pode dar trabalho e tomar muito tempo.

Visando solucionar este problema, a Fliper é uma plataforma gratuita que consolida todos os seus investimentos de bancos, corretoras e FGTS, de forma automática!

Ainda é possível acompanhar gráficos de rentabilidade da carteira, evolução patrimonial, analisar fundamentos dos ativos, receber notificações de proventos, disponibilidade de liquidez, entre diversas outras funcionalidades que ajudam o investidor a tomar melhores decisões.

Quem se conhece, melhor investe!

Telas e funcionalidades do aplicativo de investimento Fliper