Você sabe o que são os Fundos Quantitativos?

Buscar novas alternativas de investimentos pode ser interessante para conhecer oportunidades de diversificar ainda mais sua carteira. Entre as possibilidades, vale a pena saber sobre o que são os Fundos Quantitativos.

Essa modalidade de gestão aproveita o potencial da tecnologia e pode gerar bons resultados para investidores de diversos perfis. Se quiser saber se é uma opção relevante é para você, basta seguir a leitura.

Continue conosco para saber como os Fundos Quant funcionam e descobrir tudo o que precisa sobre o assunto!

O que são Fundos Quantitativos?

Os fundos de investimentos são investimentos coletivos, que funcionam na modalidade de “condomínio financeiro”. Os investidores devem adquirir cotas de participação e o valor da compra delas é alocado em investimentos por um gestor profissional.

Normalmente, Fundos Quantitativos podem ser do tipo Fundos de Ações (FIA) ou Fundos Multimercados (FIM). A diferença em relação à estratégia de gestão adotada por eles é o uso da tecnologia. 

Ao contrário de fundos com gestão tradicional, na alternativa “Quant” não há uma pessoa centralizando as decisões. Na verdade, existe a aplicação de tecnologia para a tomada de decisão. A equipe de gestão atua realizando investimentos que são escolhidos com a ajuda de algoritmos e programas estatísticos.

Fundos quantitativ

Os Fundos Quantitativos são relativamente recentes no Brasil e têm recebido projeção nos últimos anos. Com o avanço de tecnologias de machine learning, Inteligência Artificial e Data Analytics, é possível que eles apresentem uma popularidade cada vez mais crescente.

Como os Fundos Quantitativos funcionam?

Agora, vamos entender como os Fundos Quant funcionam. Como você viu, eles não são um tipo específico de fundo. Na verdade, são uma modalidade de gestão — normalmente encontrada nos fundos do tipo Ações ou Multimercados.

No entanto, o seu funcionamento os diferencia de outros fundos geridos de maneira tradicional. Isto é, com a presença de um gestor ou equipe de gestão responsável por analisar o mercado e escolher em quais ativos aportar dinheiro.

O funcionamento deles depende do uso de algoritmos, que ficam responsáveis pela tomada de decisão. Então, em vez de um gestor profissional definir a alocação dos recursos, são utilizados programas para automatizar as escolhas.

Os elementos de computação são desenvolvidos com base em estratégias e metodologias estatísticas para o investimento. Com isso, buscam encontrar o melhor momento para compra e para venda, por exemplo, com base em previsões matemáticas.

Para que a estratégia seja possível, há o processamento de um grande volume de dados de indicadores financeiros em pouco tempo — acima da capacidade humana tradicional. Consequentemente, é possível analisar dados de forma mais rápida e sem viés subjetivo.

Quais são as vantagens deles?

Após entender o que são os Fundos Quantitativos, nota-se que eles têm como princípio o uso da tecnologia a favor dos investidores. Com a maior capacidade de processamento de dados, é possível diminuir algumas distorções e até eliminar o papel da emoção. 

Logo, a ideia é diminuir os riscos de erros de avaliação. Também há outras vantagens associadas aos Fundos Quant. Veja quais são!

Performance potencialmente diferenciada

Dependendo da estratégia utilizada e da qualidade dos algoritmos, pode acontecer de o desempenho ser superior a alternativas do mercado, com o mesmo perfil de risco. Contudo, fique atento ao escolher os fundos. Afinal, a rentabilidade não é garantida na renda variável e existem riscos de perdas.

Diversificação e proteção de carteira

Outra vantagem dos fundos com gestão quantitativa é serem uma possibilidade de diversificação de carteira. Em muitos casos, eles podem ser usados para proteção (hedge), pois costumam ser descorrelacionados de outros ativos ou fundos.

Quais são os riscos dos Fundos Quantitativos?

Lembre-se de que, em qualquer escolha, é preciso considerar os riscos. Os fundos quantitativos costumam ter investimentos na renda variável. Consequentemente, a volatilidade é um aspecto presente nos rendimentos.

Outro ponto que merece atenção é o próprio uso de algoritmos. Os programas buscam padrões e tendências nos movimentos do mercado. Entretanto, em um período de instabilidade eles podem ficar vulneráveis a distorções, o que diminuiria sua efetividade.

Além disso, sempre pondere a liquidez antes de investir em fundos. O prazo para solicitação de resgate e para recebimento do dinheiro podem ser diferentes entre os fundos. Logo, é preciso analisar as características para saber se estão adequadas a você.

Não deixe, ainda, de avaliar as taxas cobradas — principalmente o valor da taxa de administração e da cobrança pela performance. Os custos influenciam diretamente seus resultados.

Como investir em fundos quant?

Para aproveitar as vantagens associadas aos Fundos Quantitativos, é preciso começar observando o seu perfil de investidor. Como você viu, ainda que a tomada de decisão objetiva possa reduzir os riscos, eles permanecem com exposição considerável à renda variável.

Por isso, é crucial entender quais são os seus objetivos e o seu apetite ao risco, para ter certeza de que os fundos são alternativas interessantes para seu caso. Depois disso, é o momento de considerar alguns fatores e seguir alguns passos para acertar na tomada de decisão. 

Confira dicas!

Analise a estratégia de investimento

Como a estratégia de gestão é a principal diferença dos Fundos Quant em relação aos tradicionais, é necessário conhecer como os algoritmos vão atuar. Confira o prospecto do fundo para conhecer a metodologia e avaliar o perfil de risco.

Avalie a equipe de gestão

Verifique o histórico da gestora, o currículo do time, se trabalham a bastante tempo juntos, o que os analistas do mercado dizem sobre eles, além de olhar seu histórico de performance desde o seu início. Essas informações são fáceis e rápidas de encontrar na internet e site das gestoras.

Explore as características do Fundo Quant

Se a metodologia estiver de acordo com as suas expectativas, atente também para as características gerais. Por exemplo, o valor mínimo de investimento, as taxas cobradas, a liquidez, os prazos etc. Tudo isso deve pesar na sua decisão.

Avalie a rentabilidade histórica com cuidado

Para ter uma visão geral sobre a performance do fundo, é interessante conferir os dados da rentabilidade histórica. Assim, você avalia se a estratégia de gestão consegue superar indicadores de referência do mercado, por exemplo.

Contudo, vale lembrar a máxima: rentabilidade passada não garante desempenho futuro.

Defina qual será a alocação de recursos

Para investir nos Fundos Quant, é preciso definir o valor a ser aportado. Busque ter uma visão geral da sua carteira e distribuir o patrimônio em diferentes classes de ativos, encontrando os investimentos mais adequados para seus objetivos.

Depois de saber o que são os Fundos Quantitativos, você pode considerar a possibilidade. Caso esteja de acordo com o seu perfil e planos, eles podem compor parte do seu portfólio. A partir daí, continue atento para acompanhar e rebalancear sua carteira.

Para facilitar o acompanhamento dos investimentos, que tal consolidá-los em uma só plataforma de forma automática? É isso que a Fliper oferece. Conheça nosso app e veja como podemos ajudá-lo a tomar melhores decisões!

Siga-nos

Últimos artigos

BDR: O que é, como funciona e como investir...

Já pensou em investir no exterior sem precisar abrir conta em corretoras de outros países? Se você ainda não sabe o que é BDR,...

Saque do FGTS: como funciona e como usar esse...

Quem trabalha com carteira assinada costuma se preocupar com o saque do FGTS. Afinal, a verba que é paga mensalmente pelo empregador pode ajudar...

Fundos de Pensão x Previdência Privada: quais as diferenças?

Um dos principais objetivos de quem investe com foco no longo prazo é planejar a aposentadoria. Duas opções de produtos financeiros voltados para isso...

Investimento em ouro vale a pena? Descubra!

O investimento em Ouro costuma ser lembrado por boa parte dos investidores. Isso acontece especialmente em períodos econômicos complicados, em que a rentabilidade da...

Similar articles

Instagram