O mercado financeiro oferece uma grande quantidade de possibilidades para quem quer diversificar a carteira de investimentos. Muitas delas estão na bolsa de valores. Mas, para aproveitá-las, é preciso saber como fazer boas escolhas. Por isso, vale conhecer os principais indicadores para análise de ações.

Afinal, ao investir na bolsa, você não pode simplesmente contar com a sorte. É importante acompanhar especialistas do mercado e aprender a analisar uma empresa antes de fazer seus aportes e tirar conclusões sobre a saúde financeira dela. E recorrer à análise fundamentalista e a seus diversos indicadores se torna uma boa opção.

Quer dar o primeiro passo para escolher boas empresas na bolsa de valores? Então continue a leitura e confira 5 indicadores de ações importantes que podem ajudar você na tomada de decisões de investimentos!

Confira!

O que é análise fundamentalista?

Antes de conhecer alguns dos principais indicadores de ações, é importante que você tenha em mente o que é análise fundamentalista. Ela é uma maneira de você analisar uma empresa para entender como está a saúde financeira e organizacional dela.

Muitos investidores compram ações levando em conta objetivos de longo prazo. Talvez eles queiram juntar dinheiro para a aposentadoria ou para os estudos dos filhos, por exemplo. Há pessoas que querem gerar uma renda extra ou acumular recursos para comprar um imóvel.

Não importa qual é o objetivo. Se ele é de longo prazo, é importante que a empresa em que você pensa em aportar seja sólida. Isso permite evitar erros ao investir. Para isso, é possível usar a análise fundamentalista e seus indicadores de ações.

Quais são os indicadores fundamentalistas?

Os indicadores fundamentalistas de ações são dados relacionados com os resultados de uma empresa. É possível analisá-los a partir de documentos como a DRE (Demonstração de Resultados do Exercício) e do balanço patrimonial.

É importante ter em mente a necessidade de analisar os indicadores de ações em conjunto. Assim, você pode ter uma visão mais completa da companhia, entendendo se ela apresenta boas expectativas para o futuro.

Desse modo, é possível encontrar empresas promissoras e ter maiores chances de acertar ao investir. É claro que não se pode ter certeza dos resultados da renda variável. No entanto, ao analisar os indicadores de Ações, você conseguirá tomar decisões mais informadas.

5 Indicadores de Ações que vale a pena conhecer

Agora você já tem uma visão geral do que é análise fundamentalista e do que são os indicadores de ações. Que tal conhecer alguns desses indicadores?

A seguir, veja 5 dos principais indicadores fundamentalistas de Ações!

1. ROE

O primeiro indicador de ações que queremos apresentar a você é o ROE (return on equity, ou retorno sobre o patrimônio líquido). Ele mostra a relação entre dois números que constam nas demonstrações financeiras das empresas:

  • patrimônio líquido;
  • lucro líquido.

O patrimônio líquido é calculado com base no ativo e no passivo da companhia. Os ativos incluem imóveis, máquinas, equipamentos, pessoal, investimentos, entre outros.

Quanto aos passivos, envolvem dívidas, financiamentos, juros e assim por diante. A diferença entre o ativo e o passivo é o patrimônio líquido, usado no cálculo do ROE.

O retorno de uma empresa, por sua vez, é seu lucro líquido. Para calculá-lo, basta subtrair o custo total da receita. Assim, temos o necessário para calcular o ROE. É só verificar qual é a porcentagem do retorno em relação ao patrimônio líquido.

2. P/L

Outro indicador de ações que pode ser bem útil na sua análise é o P/L. Ele se refere a preço sobre lucro, e é calculado com base em dois fatores:

  • o preço da ação;
  • o lucro por ação, também chamado de LPA.

O preço da ação se refere à cotação do papel na bolsa de valores. A partir daí você já pode perceber que o P/L sempre sofre variações. Afinal, seu cálculo leva em conta o preço, que está sujeito aos altos e baixos da renda variável. Quanto ao lucro por ação, se refere ao lucro que cada ação gera.

Dividindo o preço pelo lucro, encontramos uma relação descrita na forma de porcentagem ou de número decimal. Esse indicador é útil para se descobrir quanto o mercado está disposto a pagar pelos resultados da empresa e bastante utilizado para saber se o preço de uma ação está atrativo ao fazer um comparativo entre papéis de empresas, nacionais e internacionais, do mesmo setor.

3. P/VPA

O próximo indicador de ações da nossa lista é o P/VPA, que significa preço sobre valor patrimonial da ação. Para compreendê-lo, é preciso ter em mente que há diferença entre o preço e o valor do papel de uma empresa.

O preço é a cotação de mercado, ou seja, a quanto ele é negociado na bolsa. Mas existe também o valor patrimonial. Ele é calculado dividindo o patrimônio líquido pela quantidade de ações emitidas pela empresa.

Dividindo o P pelo VPA, encontramos uma porcentagem ou um número decimal. Assim, quando comparamos o valor de mercado (preço) com o valor patrimonial, podemos avaliar se a ação está cara ou barata.

4. Dividend yield

O dividend yield é conhecido pela sigla DY. Esse indicador de Ações muitas vezes é observado com atenção em especial por quem deseja ter uma renda passiva. O DY indica quanto uma empresa distribuiu em dividendos nos últimos 12 meses. Ou seja, o lucro que foi distribuído aos acionistas.

O indicador ajuda o investidor a entender quanto cada ação retorna em proventos. Contudo, é importante analisar outros indicadores em conjunto. Afinal, um bom DY nem sempre significa que a companhia tem resultados consistentes. E existem empresas que estão crescendo bastante que, em vez de distribuir dividendos, preferem utilizar estes recursos para reinvestir nos seus negócios.

5. Dividend payout

O último indicador de ações da nossa lista é o dividend payout. Como você viu no tópico anterior, as companhias distribuem parte de seus lucros aos acionistas. Mas qual é a porcentagem distribuída?

Cada empresa tem uma política de dividendos, de modo que o percentual muda de empresa para empresa. O dividend payout indica justamente a porcentagem do lucro que é distribuído na forma de dividendos.

Como vimos, os indicadores de ações podem ajudar o investidor a tomar boas decisões ao escolher empresas para investir. A princípio, o assunto pode parecer complexo, mas o conhecimento é essencial para conseguir fazer análises cuidadosas!

Quer ter uma visão completa de todos os seus investimentos e receber notificações de proventos? Conheça a plataforma Fliper e consolide seus ativos, de forma automática, em um único lugar!