Fundos ESG: o que são e por que investir nesta modalidade?

O conceito de ESG — que se refere aos termos ambiental, social e governança — tem se tornado uma pauta muito importante no mercado financeiro. E, nesse cenário, os fundos ESG se destacam pelo objetivo de investir em projetos sustentáveis.

A cada ano, esse tipo de fundo de investimento ganha mais adeptos. O conceito não se refere diretamente a uma classe de ativos, mas a um conjunto de critérios que ajudam os investidores a alinharem seus ganhos financeiros com questões socioambientais e valores morais.

Neste artigo, você entenderá o que são os fundos ESG, como funcionam e por que investir neles pode ser uma possibilidade interessante. Confira!

O que são os investimentos ESG?

A sigla ESG significa Environmental, Social and Governance (ambiental, social e governança, em português). Nesse sentido, empresas ESG são aquelas que têm modelos de negócio pautados na sustentabilidade e na responsabilidade social.

Com os conceitos se tornando cada vez mais fortes na sociedade, os três pilares do ESG passaram a ser utilizados como critérios de análise pelos investidores – sejam eles pessoa física, jurídica ou institucionais. Dessa forma, os investimentos ESG consideram, além do risco e da rentabilidade, o impacto que a empresa pode causar no planeta.

A busca por ativos com características sustentáveis, portanto, não acontece apenas entre os investidores pessoa física. Os gestores de fundos também procuram oportunidades de investimento melhores ao selecionar companhias com práticas de sustentabilidade.

Qual é a história dos fundos ESG?

A preocupação com questões socioambientais e a busca por investimentos mais responsáveis não é novidade. Na década de 1970, o ativismo estadunidense contra a guerra do Vietnã resultou na criação do primeiro fundo de investimento sustentável, chamado Pax World Fund.

O fundo evitava investir em empresas que contribuíam com a guerra. Na década seguinte, o congresso americano aboliu investimentos na África do Sul devido ao apartheid. Nos anos 1990, o índice Domini 400 Social Index foi criado, com o objetivo de acompanhar investimentos sustentáveis.

Atualmente, stakeholders de todo o mundo têm cobrado posicionamentos mais éticos das empresas. É exigido mais transparência por parte das companhias sobre como elas tratam o meio ambiente, como se preocupam com o bem-estar de seus colaboradores e clientes e com a ética.

Quais fatores são avaliados pelos fundos ESG?

Depois de conhecer os investimentos ESG, vamos entender quais critérios são utilizados na análise feita pelos fundos que buscam modelos de negócio baseados na sustentabilidade e na responsabilidade social.

Continue conosco e saiba mais a seguir:

Ambiental

Esse critério se refere às práticas de sustentabilidade. Entre os elementos considerados, está a forma como a empresa descarta seu lixo, sua pegada de carbono, qual é a fonte da matéria-prima, se ela usa a energia renovável etc.

Social

O fator social se refere à sociedade e às pessoas. Por isso, o critério está ligado às condições de trabalho, à segurança química, ao relacionamento com a comunidade, à diversidade no quadro de funcionários, aos direitos dos trabalhadores, entre outros.

Governança

Já a governança é o critério que trata do conjunto de políticas e práticas pelas quais as empresas são controladas e direcionadas. Entre eles, estão a solidez financeira da instituição, a estrutura da diretoria, a ética nos negócios e a metodologia de contabilidade.

Como as carteiras dos fundos ESG são montadas?

Os fundos ESG têm se tornado uma opção atrativa para os investidores mais conscientes com a situação socioambiental mundial. Inclusive, a popularidade crescente do investimento fez com que alguns aspectos evoluíssem e se modernizassem na montagem de carteiras.

Antes, a estratégia inicial era focada em compor carteiras que excluíssem dos fundos as ações de empresas que não fossem consideradas sustentáveis. Entre elas, estavam as petroleiras e as fabricantes de cigarros, por exemplo.

Ao longo dos anos, no entanto, surgiram as companhias certificadoras. A metodologia de avaliação e premiação passou a influenciar os indicadores das gestoras de fundos. Assim, elas começaram a utilizar critérios semelhantes para selecionar os ativos que vão compor a carteira.

Por que investir parte da carteira em Fundos ESG?

Como você viu, os fundos ESG podem atrair investidores que tenham a causa ambiental como relevante. Além disso, outro motivo para investir neles é a transparência das informações. 

Os critérios considerados pela gestão trazem dados sobre como as empresas conduzem seus negócios, de forma que é possível gerar mais confiança nos investidores. 

Mais uma vantagem dos fatores ESG é que eles podem indicar que o investimento realizado será sustentável no longo prazo. A preocupação socioambiental pode se refletir em companhias mais eficientes e, consequentemente, mais valiosas.

Em alguns casos, o uso dos critérios ambientais, sociais e de governança também pode funcionar como um mitigador de risco. Por exemplo, empresas com fator ambiental alto se mostram mais preparadas para a tendência mundial de sustentabilidade. 

Então, a companhia pode estar mais bem posicionada em relação aos seus concorrentes — o que pode indicar possibilidades de alcançar os consumidores e aumentar o nível de receita e lucro no longo prazo.

Além disso, os fundos ESG tendem a ter um bom resultado porque filtram a capacidade estruturada das companhias de atuarem de forma sistêmica. As análises consideram todo um ecossistema, ponderando a eficiência de gastos e economia de custos, por exemplo.

Lembrando que fundos multimercados e de ações possuem riscos, portanto é importante verificar se o investimento é adequado ao seu perfil e objetivos.

Fundos ESG no Brasil

Como vimos, as mudanças da sociedade têm feito com que empresas ESG se valorizem. Com isso, muitas estão preocupadas em aprimorar suas práticas ambientais, sociais e de governança com o objetivo de elevar seu impacto positivo e aumentar seu valor no longo prazo para os acionistas.

No Brasil, a XP Inc., por exemplo, anunciou a criação de uma diretoria ESG. O objetivo é disponibilizar os melhores serviços, produtos, conteúdos e recomendações com foco em ESG para os investidores. Bastante interessante, não é mesmo?

Além disso, a corretora lançou o Trend ESG Global — um fundo passivo, que acompanha índices de referência. Os recursos dos cotistas são investidos em três ETFs (fundos de índice negociados em bolsa) no exterior. Empresas como Apple, Amazon e Microsoft fazem parte do portfólio, junto com outras centenas de companhias ao redor do mundo.

O fundo é classificado como multimercado e está acessível a qualquer investidor. Então, esta pode ser uma das maneiras de investir em empresas que se adéquam aos critérios ESG.

E você, o que você achou dos fundos ESG? Pensar em impactos socioambientais tem sido importante para as empresas de todos os segmentos e portes. Nesse sentido, o mercado financeiro também passa a identificar oportunidades nessas organizações – e, se você é investidor, precisa acompanhar essa movimentação!

Quer consolidar toda sua carteira de forma automática e acompanhar a rentabilidade de seus investimentos? Então utilize o aplicativo Fliper, disponível para os sistemas Android e iOS com download gratuito.

Siga-nos

Últimos artigos

BDR: O que é, como funciona e como investir...

Já pensou em investir no exterior sem precisar abrir conta em corretoras de outros países? Se você ainda não sabe o que é BDR,...

Saque do FGTS: como funciona e como usar esse...

Quem trabalha com carteira assinada costuma se preocupar com o saque do FGTS. Afinal, a verba que é paga mensalmente pelo empregador pode ajudar...

Fundos de Pensão x Previdência Privada: quais as diferenças?

Um dos principais objetivos de quem investe com foco no longo prazo é planejar a aposentadoria. Duas opções de produtos financeiros voltados para isso...

Investimento em ouro vale a pena? Descubra!

O investimento em Ouro costuma ser lembrado por boa parte dos investidores. Isso acontece especialmente em períodos econômicos complicados, em que a rentabilidade da...

Similar articles

Instagram