Glossário do mercado financeiro: conheça os principais termos!

Quem já investe ou está começando no mercado financeiro se depara com diversos termos diferentes. À primeira vista eles podem parecer confusos, mas com o tempo você conseguirá distinguir os mais comuns.

Para facilitar esse aprendizado, neste conteúdo você encontrará os principais termos do mercado e seus significados. Confira cada um deles e tenha um glossário em mãos para consultar quando precisar!

Renda fixa

A renda fixa é uma classe de investimentos em que já se sabe, antes de realizar o aporte, qual é a lógica de rentabilidade e qual será o retorno se levado o título até seu vencimento. Nesses aportes, há uma relação de credor, que é o investidor, e devedor, que é o emissor do título.

O rendimento pode se dar de maneira pós-fixada, prefixada ou híbrida (taxa pós + taxa pré). No primeiro há um percentual definido previamente. Na pós-fixada o rendimento estará atrelado a um índice financeiro. Já a híbrida conta com as características das duas anteriores. 

Renda variável

Já na renda variável, as classes de ativos mais conhecidas são as ações, fundos imobiliários e alguns tipos de fundos de investimentos. A principal diferença em relação à renda fixa é a falta de previsibilidade. 

Nela não há garantia de rentabilidade, pois a relação entre investidor e emissor não é de credor. Dessa maneira, quem investe está assumindo os riscos do investimento. No caso das ações, por exemplo, os preços podem oscilar para cima e para baixo de acordo com ofertas de compra e venda.

frase-robert-arnott

Tripé dos investimentos

Outro termo que você ouvirá no mercado financeiro é o tripé dos investimentos. Ele é um conceito que engloba:

  • Liquidez;
  • Rentabilidade; 
  • Segurança.

Essas três características são os pilares de todas as alternativas de investimento.

A liquidez é a facilidade e a velocidade em que o investidor consegue converter um ativo em dinheiro. 

Já a rentabilidade se traduz como os ganhos que determinado investimento pode proporcionar.

Por fim, a segurança trata dos riscos envolvidos com determinado aporte. Esses riscos podem aparecer de diversas formas, como risco de crédito, de mercado e de liquidez (explicados abaixo).

O investidor jamais conseguirá encontrar, em um único investimento, os três pilares juntos. Pois se um investimento é seguro e líquido, ele geralmente é menos rentável. Assim como possibilidades mais rentáveis tendem a ser menos seguras.

Risco de crédito

Como você viu, existem diversos tipos de riscos. Um deles é o de crédito. Ele está presente principalmente em investimentos de renda fixa, em que há relação entre credor e devedor. Refere-se à possibilidade de o devedor não cumprir a sua promessa de pagamento.

Risco de mercado

Por sua vez, o risco de mercado afeta diversos ativos e títulos. Ele se dá pelas variações de fatores macroeconômicos. Entre eles, estão a taxa de juros, as políticas financeiras, o câmbio etc. Essas questões podem alterar a rentabilidade dos investidores.

Risco de liquidez

O risco de liquidez significa a possibilidade de que algum ativo ou título não seja convertido em capital com rapidez. Isso pode se dar por falta de demanda de compra ou mesmo por penalidades no resgate antecipado, por exemplo.

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é uma estratégia utilizada para avaliar empresas listadas na bolsa de valores ou determinados fundos de investimento. Ela tem a principal função de analisar os fundamentos da companhia ou fundo, proporcionando uma visão sobre sua solidez no mercado.

Essa análise se utiliza, principalmente, em investimentos com visão de longo prazo. Ao saber a saúde de uma empresa ou fundo, o investidor pode decidir se eles são boas opções para o aporte.

frase-peter-lynch

Indicadores fundamentalistas

Atrelados ao conceito de análise fundamentalista estão os indicadores fundamentalistas. Eles servem para medir os fundamentos de uma empresa ou fundo, demonstrando certas características analisadas.

Acompanhe os indicadores de suas ações na Fliper!

Alguns exemplos são o balanço patrimonial, a dívida bruta / patrimônio líquido, o preço / lucro, o dividend yield etc. Cada um deles traz informações importantes e serve para balizar a análise fundamentalista.

indicadores-fundamentalistas

Análise técnica

Diferentemente da estratégia anterior, a análise técnica não foca na qualidade de uma empresa, mas sim nos gráficos de preços das ações e outros ativos. Dessa maneira, ela verifica como se deram as variações de cotação para definir padrões e avaliar tendências.
analise-grafica-ativos

Por isso, ela é utilizada, principalmente, em operações de curto prazo. Os traders avaliam as oscilações dos ativos para buscar oportunidades de ganhos.

Perfil de investidor

O perfil de investidor é um conceito utilizado para classificar os investidores conforme sua tolerância aos riscos. Os perfis geralmente são divididos em conservadores, moderados e arrojados.

Os conservadores são aqueles investidores com baixa tolerância aos riscos do mercado financeiro. Assim, eles buscam investimentos mais seguros, mesmo que menos rentáveis.

Os arrojados, por outro lado, são os investidores que topam correr mais riscos, em busca de retornos maiores.

frase-jorge-paulo-lemann

Entre eles estão os moderados, que são dispostos a correr um pouco de risco, mas não são tão tolerantes à volatilidade quanto os arrojados. Portanto, são um meio-termo entre os dois perfis anteriores.

Reserva de emergência

O primeiro investimento do portfólio deve ser alocado em uma aplicação de baixíssimo risco e que tenha possibilidade de resgate rápido para atender necessidades e urgências.

Além de ser a parcela conservadora do portfólio, este colchão de liquidez é importante para cobrir despesas de curto prazo e para aproveitar oportunidades de investimento que apareçam no caminho. Ou seja, é o seu caixa remunerado.

Objetivos financeiros

Os objetivos financeiros são frequentemente citados em dicas sobre como iniciar os investimentos. Eles representam desejos concretos que você tem ao realizar os seus aportes. Dessa maneira, é preciso pautar as decisões de investimento de acordo com as suas expectativas e prazos.

Assessoria de investimentos

A assessoria é um serviço prestado por profissionais do mercado financeiro, formalmente credenciados para realizar essa atividade e que têm a finalidade de auxiliar os clientes a investirem de acordo com seu perfil e objetivos.

assessoria-de-investimentos

Corretora de valores

Corretora de valores é uma instituição financeira que serve como intermediária entre o mercado financeiro e os investidores. Dessa maneira, é por meio dela que os clientes compram ações, cotas de fundos e outros títulos.

O seu funcionamento é regulado pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), garantindo segurança ao investidor. Pela seriedade do serviço prestado, é fundamental escolher uma instituição conceituada, que ofereça uma boa prateleira de produtos, ferramentas e atendimento de qualidade.

Como organizar sua carteira de investimentos?

Agora que você conheceu os principais termos do mercado financeiro e o que eles significam, lembramos que a diversificação dos recursos em diferentes classes de ativos e instituições financeiras pode dificultar o acompanhamento e controle do patrimônio.

Entrar no site de cada casa para buscar os informes de IR e classificar seus investimentos em uma planilha de excel pode dar trabalho e tomar muito tempo.

Visando solucionar este problema, a Fliper é uma plataforma (aplicativo e web) gratuita que consolida todos os seus investimentos de bancos, corretoras e FGTS, de forma automática, e ainda envia todos os informes de IR das contas conectadas de uma só vez!

Ainda é possível acompanhar gráficos de rentabilidade da carteira, evolução patrimonial, receber notificações de proventos, disponibilidade de liquidez, entre diversas outras funcionalidades que ajudam o investidor a tomar melhores decisões.

Telas do app Fliper

Quem se conhece, melhor investe!

Siga-nos

Últimos artigos

O primeiro ETF de criptomoedas da bolsa brasileira

As criptomoedas vêm ganhando notoriedade a cada dia, não só pela sua tecnologia disruptiva, de ser uma moeda digital, que pode ser...

BDRs X Stocks: qual a melhor alternativa?

Olhe para o seu celular ou para o seu computador. As marcas deles são nacionais ou internacionais? Percebemos que muitas das coisas que consumimos no...

Os 10 fundos imobiliários preferidos dos investidores, segundo levantamento...

Você sabia que fundos de investimento imobiliários (FIIs) podem ser uma boa alternativa para quem ainda não possui altos valores para investir em imóveis? Por...

Investindo no exterior por meio de ETFs no Brasil

  Cada vez mais temos acesso a diferentes tipos de investimento, devido à evolução e amadurecimento do mercado financeiro no Brasil. Vemos que muitas pessoas...

Similar articles

Instagram